983706779

sexta-feira, 18 de março de 2011

Compras coletivas e disputa entre Orkut e Facebook darão o tom da web no país

A explosão dos sites de compras coletivas e o acirramento da disputa entre o Orkut, do Google, e o Facebook no mercado de redes sociais devem dar o tom da web brasileira neste ano, segundo o presidente de marketing services para a América Latina da Serasa Experian, Juliano Marcílio, que participou do WebExpoForum 2011, evento promovido pela revista TI Inside e organizado pela Converge Comunicações. 
Ilustração: Google

O executivo diz que os sites de compras coletivas estouraram em acesso no país a partir de meados do ano passado e que esse crescimento exponencial continuará ao longo deste ano. "Esses sites ganharam relevância no país após a Copa do Mundo de 2010 e agora mantém uma curva ascendente", disse Marcílio.

Ele informa que o Groupon é o líder em acessos no Brasil, detendo 49% de participação de mercado, seguido respectivamente pelo Peixe Urbano, com 14,2%, e pelo ClickOn, com 10,5%. Estudo realizado pela Hitwise, divisão de pesquisas de internet da Serasa Experian, revela que o tráfego dos sites de compras coletivas é gerando, igualitariamente, por e-mail e redes sociais.

No que diz respeito especificamente às redes sociais, Marcílio observa que o Orkut, do Google, apesar de líder absoluto de mercado no Brasil, está perdendo espaço para o Facebook. De acordo com pesquisa apresentada por ele, a participação de mercado do Orkut no país recuou de 62,59%, em janeiro de 2010, para 57,28%, em dezembro do mesmo ano.

Enquanto isso, na mesma base de comparação, a representatividade do Facebook registrou expansão, saltando de 1,93% para 6,39% sobre o total de acessos a redes sociais. O Twitter fechou dezembro do ano passado com market share de 2,65%, contra 1,72% de janeiro de 2010.

No entanto, Marcílio pondera que o Facebook não deve alcançar o Orkut ainda neste ano, apesar de o seu crescimento ser bastante superior ao da rede social do Google. "Neste ano, o Facebook ainda não deve ultrapassar o Orkut, mas tende a equilibrar um pouco as forças", avalia. 

Fonte: TI Inside
Postar um comentário
UA-15674926-13