983706779

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Duas estratégias para conseguir um trabalho usando as redes sociais

Fonte: Google Imagens
As redes sociais tornaram mais fácil a busca de um emprego e o contato com pessoas que possam ajudá-lo a conseguir uma vaga de trabalho. Além disso, um número cada vez maior de empresas usa plataformas como Facebook e LinkedIn para encontrar profissionais.

Conseguir um emprego usando as redes sociais, no entanto, exige estratégias específicas. Em um artigo no site Mashable, o fundador da agência de marketing pessoal Millenial Branding, Dan Schawbel, explica quais os passos para aumentar as chances de contratação por meio desses novos ambientes. A seguir, visualize duas das dicas do especialista:

1. Potencialize seus contatos nas redes sociais


“As pessoas conseguem um emprego por intermédio de outras pessoas, não pelo computador”, destaca Schawbel. Por isso, ele acredita que ter uma indicação de alguém que trabalha para a companhia aumenta as chances de sucesso na hora de se candidatar a uma vaga de emprego.


Assim, o especialista indica que, quando um profissional identifica uma vaga, em vez de simplesmente entrar na internet e deixar seu currículo, ele deve procurar, entre seus contatos na rede social, alguém que trabalhe ou tenha conhecidos na empresa em questão e que possa indicá-lo à posição.


As próprias redes sociais oferecem ferramentas voltadas a identificar os profissionais relacionados a determinadas companhias. No LinkedIn, por exemplo, na área de 'contatos', os usuários conseguem separar toda a agenda pela empresa na qual as pessoas trabalham. Da mesma forma, o aplicativo profissional do Facebook, o BranchOut, permite visualizar todas as conexões pela companhia em que atuam.


2. Construa sua influência online


Há uma década, alguém que tivesse os conhecimentos técnicos (como especialização em programação C++) estava com o emprego praticamente garantido. Mas, cada vez mais, as empresas têm buscado novas qualificações, como capacidade de comunicação, organização e liderança. Mais do que isso, a influência online tem virado um diferencial na hora das empresas buscarem o candidato ideal a uma vaga.


“Quando dois candidatos olham para a mesma vaga e os dois são bons comunicadores, o diferencial será a influência online”, aposta o especialista. Ainda de acordo com ele, isso passa pelo número de conexões que as pessoas têm nas redes sociais, quem são esses contatos, quantos indivíduos compartilham seus conteúdos etc. Assim, vale a pena investir alguns minutos diários para tentar buscar novos contatos ou, ainda, compartilhar conteúdos relevantes no LinkedIn e no Facebook.

Postar um comentário
UA-15674926-13