983706779

domingo, 13 de novembro de 2011

Mídia social agiliza interação com investidores, analisa executivo da Weg

Trocar informações por meio de comunidades virtuais é uma forma de aproximar a empresa dos investidores e aumentar a interação, conclui Luís Fernando Moran de Oliveira, gerente de Relações com Investidores da Weg, a partir da experiência da empresa.

Para a fabricante de motores, fincar presença nas redes sociais foi uma forma de monitorar em tempo real a repercussão de suas iniciativas e agilizar as respostas solicitadas pelos seus investidores.

“Além de permitir um acompanhamento do que é dito sobre a empresa, vimos que as redes sociais são canais apropriados para divulgar rapidamente o que estamos fazendo e comunicar prontamente nosso posicionamento”, disse Oliveira, que participou do comitê estratégico de Governança Corporativa da Amcham-São Paulo nesta quarta-feira (09/11).

Os perfis virtuais da Weg mais acessados pelos investidores são o microblog Twitter, a comunidade de vídeos YouTube e a de apresentações SlideShare.

O teor da comunicação varia de acordo com cada mídia, segundo Oliveira. “Percebemos que as pessoas que acessam o SlideShare têm um grau de sofisticação maior do que aqueles que mandam perguntas através do Twitter”, contou.

A postagem de informações nessas comunidades segue estritamente as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que determina que toda informação relevante seja divulgada de forma ampla e simultânea nos principais meios de comunicação.

“A comunicação nesses canais não é diferente daquela que é direcionada a qualquer outro meio, pois são informações de domínio público”, observou.

Postar um comentário
UA-15674926-13