983706779

quarta-feira, 14 de março de 2012

TVs de altíssima resolução começam a aparecer

Nos anos de 2010 e 2011, a tecnologia 3D foi uma das grandes apostas dos fabricantes de TV. Essa tecnologia, no entanto, ainda não caiu nas graças do consumidor, em parte devido à falta de conteúdo tridimensional. Entretanto, mesmo com o 3D ainda em consolidação, uma nova tendência começa, timidamente, a surgir no mundo das TVs: a dos aparelhos de altíssima resolução.

Leia também:
Infográfico: Como funciona a tecnologia 3D

Esse novo patamar de resolução é conhecido como resolução 4K ou UD (Ultra-high Definition). O nome 4K faz referência ao número de pixels, quatro vezes maior do que o padrão Full HD. A resolução 4K divide a tela em uma grade de 3.840 x 2.160, totalizando mais de 8 milhões de pixels. Já o padrão Full HD tem resolução de 1.920 x 1.080 e total de cerca de 2 milhões de pixels.
Foto: Divulgação
TV de 84 polegadas da LG, uma das primeiras com resolução 4K
No exterior, alguns fabricantes já oferecem TVs 4K, como os modelos Toshiba Regza 55X3 e LG 84LM9600. No momento, o preço de US$ 12.000 da Toshiba Regza ainda está muito acima da média de aparelhos de TV convencionais. Espera-se, no entanto, que esses valores caiam, como costuma acontecer na indústria de produtos de tecnologia. A TV da LG será lançada ainda este ano, mas não tem preço definido.

Por enquanto, resolução 4K é exagero
A resolução 4K é um avanço importante para exibições de imagens em grandes telas (cinema, projetores e TVs maiores que 50 polegadas). Com ela a granulação gerada pela ampliação da imagem é praticamente imperceptível mesmo em curtas distâncias.

Porém, no caso do usuário doméstico, essa resolução é desnecessária num primeiro momento. Isso ocorre porque a diferença de qualidade da resolução 4K em relação à resolução Full HD é praticamente imperceptível em TVs com menos de 50 polegadas.

Além disso, atualmente nenhum canal de TV transmite com resolução 4K, nem há filmes em como o Blu-ray com essa resolução. O primeiro Blu-ray com essa resolução, segundo rumores, pode ser o próximo filme do Homem-Aranha, que estreia nos cinemas em julho deste ano. Mas nada está definido.

Resolução 4K já é realidade em cinemas
Enquanto nas TVs a resolução 4K ainda é uma promessa, nos cinemas já é uma realidade. A quantidade de filmes produzidos nessa resolução vem aumentando. Nos últimos anos, os filmes “A Rede Social” e “Distrito 9” foram algumas das produções fimadas em 4K.

O Youtube também já tem vídeos em 4K. Mas os requisitos para ver os vídeos com toda sua definição são altos. O monitor (ou projetor) deve ter uma resolução próxima de 4096x2304. Além disso, a conexão de internet deve ter no mínimo 10 Mbps para evitar “engasgos”. 
Postar um comentário
UA-15674926-13