983706779

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Genética pode explicar vício em internet, dizem cientistas

Genética pode explicar o vício em internet de algumas pessoas dizem pesquisadores. Foto: Allison Joyce/Getty Images
Genética pode explicar o vício em internet de algumas pessoas dizem pesquisadores Foto: Allison Joyce/Getty Images

Pesquisadores descobriram novas evidências de uma variação genética relacionada ao vício em internet, informa o jornal Daily Mail. A mesma variação genética, no gene CHRNA4, tem sido relacionada a outras formas de vício. Para os cientistas, a descoberta pode lançar nova luz sobre o motivo de algumas pessoas serem mais suscetíveis ao vício pela rede.

"Vício em internet não é fingimento ou imaginação. A comunidade científica está cada vez mais ciente disso", disse o autor do estudo, Christian Montag, da universidade de Bonn.

Segundo o jornal, nos últimos anos foram entrevistadas 843 pessoas. As entrevistas eram focadas nos hábitos online dos participantes. Nesse grupo, foram descobertos 132 viciados em internet. Entre os comportamentos que caracterizam o vício estava a admissão de que pensam em atividades online o dia inteiro e a crença de que o seu bem estar é fortemente impactado caso fiquem desconectados.

Os pesquisadores descobriram que esses 132 entrevistados têm mais comumente a mesma variação genética que tem um papel fundamental no vício em nicotina, e já foi relacionada com solidão e depressão.

A pesquisa também descobriu que as mulheres são mais afetadas pelo gene.

Postar um comentário
UA-15674926-13