983706779

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Twitter será a maior plataforma digital publicitária no futuro

por Gustavo Souza

Para aqueles que leram o título podem ter se escandalizado com a afirmação que fiz. Provavelmente a primeira reação foi pensar: “Mas como uma rede social que possui apenas metade dos usuários do Facebook pode ser a maior plataforma digital publicitária do futuro?”.

A primeira vista, e olhando apenas com a visão de usuário, isso realmente pode parecer impossível. Mas quando analisamos friamente a repercussão que os grandes eventos e ações tiveram no Twitter no ano de 2012, começamos a duvidar dos números que as estatísticas apresentam.

Números que impressionam

Em uma espécie de retrospectiva, o Twitter revelou números impressionantes de interações entre usuários influentes e seus seguidores. O destaque fica para o tweet do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao ser reeleito após uma votação disputada e usar o Twitter para se comunicar com milhões de eleitores:


Esta simples publicação, com apenas três palavras, teve um apelo tão forte junto aos eleitores que gerou incríveis 810 mil RT’s, além de ser favoritado por 300 mil pessoas. Sabe por que isso aconteceu? Porque as pessoas que haviam votado nele precisavam expressar de alguma forma a alegria de terem conseguido reeleger seu candidato. Além, claro, de mostrar o mundo que tinham feito parte disso. Convenhamos que nada melhor do que se expressar através de palavras do próprio presidente, não é?

As pessoas querem fazer parte

As pessoas sentem necessidade de fazer parte daquilo que, em um primeiro momento, parece estar tão distante. Por isso mesmo buscam nas redes sociais uma alternativa para saciar esse desejo. E a característica fundamental, que deixa o Twitter a frente das demais, é a possibilidade de trabalhar com informação em tempo real.

Um exemplo clássico foram os Jogos Olímpicos de Londres. Em 16 dias de competição foram mais de 150 milhões de tweets mencionando o evento. A cerimônia de encerramento alcançou a incrível marca de 116 mil tweets por minuto. E a prova que mais mexeu com os usuários da rede social foi a final dos 200 m rasos, que teve uma média de 80 mil tweets por minuto.

Como um bônus de fim de ano, o Twitter também permite que você faça um resumo do que foi o seu ano de 2012 na rede social. Ele mostra, entre outras informações, os usuários que mais interagiram com você, além dos assuntos mais abordados pelo seu perfil. Para ver como foi o seu ano no Twitter basta clicar aqui.

Mas por que o Twitter continuará expressivo no futuro?

Recentemente o Twitter abriu um escritório no Brasil e, segundo a própria empresa, um dos motivos era a oportunidade de trabalhar melhor com a “segunda tela”. Talvez você nunca tenha ouvido esse termo, mas o conceito é mais simples do que se pensa:

Segunda tela é o nome que se dá ao hábito de consumir TV de maneira social, compartilhando com sua rede de amigos o que acontece, em tempo real, em um programa de TV, série, filme ou evento.

Não adianta nos iludirmos achando que a TV deixará de existir por causa da internet, pois isso não acontecerá. Ela apenas passará por algumas modificações visando atender cada vez mais a necessidade os internautas. Ou seja, a tendência natural é uma convergência entre essas duas mídias. E, fazendo uma rápida análise, podemos ver que a mais preparada para isso, hoje, é o Twitter.

Em pesquisa realizada pela IAB, 61% dos usuários que possuem dispositivos móveis assistem TV enquanto interagem em suas redes sociais. Olhando esse número, a segunda tela já é uma realidade e não uma tendência. 

Esse movimento também já tem impactado a programação das emissoras. O telespectador não apenas pode conseguir dicas sobre o episódio que está assistindo na tela grande, como também é responsável direto por muitas coisas que acontecem em programas ao vivo. Seja por meio de votações, ou dando sugestões de como o apresentador deve conduzir uma entrevista – esse tipo de interação é muito comum na Inglaterra.

É por esses motivos que eu aposto no Twitter como a rede social do futuro quando o assunto é publicidade digital. Ela se encaixa perfeitamente as necessidades dos usuários e dos produtores de conteúdo. A rapidez com que ela permite propagar as informações é algo que ainda não pode ser comparada com nenhuma outra rede social, especialmente quando também colocamos os números a prova.

Postar um comentário
UA-15674926-13