983706779

sexta-feira, 15 de março de 2013

Vírus usa "tragédia de Santa Maria" para se espalhar pelo Facebook

O vírus divulga um suposto vídeo que "muda o rumo das investigações" da tragédia, que teria sido gravado por um cinegrafista amador


Reprodução

Redação, Administradores.com

Como já era de se esperar, alguém sempre pega carona em algum fato marcante para poder se promover. Nesse caso, esse "alguém" é um novo vírus está se espalhando pelo Facebook usando a recente tragédia ocorrida em Santa Maria (RS) no mês de janeiro, onde um incêndio numa boate matou mais de 200 pessoas, na maioria jovens.

O vírus divulga um suposto vídeo que "muda o rumo das investigações" da tragédia, que teria sido gravado por um cinegrafista amador. Vários perfis estão contaminados e inadvertidamente espalhando a postagem maliciosa.

Mas essa não é primeira vez que a tragédia é usada para fins maliciosos. Em janeito, a Kaspersky Lab divulgou um comunicado alertando usuários sobre mensagens de e-mail maliciosas utilizando a tragédia para benefício financeiro.

Os e-mails veiculavam um link para um suposto vídeo do momento da tragédia, mas que distribui o arquivo "vídeo.zip", um trojan bancário que se instala no computador do usuário e que redireciona a vítima para sites falsos de bancos. 
Como remover

Se o seu perfil está sendo utilizado para disseminar spams, o mais recomendado é que você acesse a página de configurações do navegador e remova as extensões ou aplicativos estranhos. No Chrome, deve-se abrir o menu no canto superior direito da página, clicar em "settings" (ou "configurações") e depois em "extensions" ("extensões"). Daí basta desabilitar a extensão indesejada e excluí-la.

Já no Firefox, basta ir em "ferramentas", depois em "complementos" e daí em "extensões". No IE ou Opera, o procedimento é semelhante. Em todos os casos, após a operações, é recomendável limpar os dados de navegação do browser.

Postar um comentário
UA-15674926-13