983706779

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Conheça o Facebook Home, o launcher para Android da rede social

Thiago Barros Para o TechTudo

“Não é um telefone celular. Nem um sistema operacional”. Esta foi uma das frases de Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, para explicar o mais novo projeto do maior rede social do mundo, o Facebook Home. A modificação para o sistema Android, lançada nesta quinta-feira (4), gerou bastante expectativa e revelou uma produção do Facebook que tem como seu principal objetivo transformar os smartphones em aparelhos totalmente sociais.


Facebook Home, a nova cara do Android, muda o
modo de usar smartphones (Foto: Divulgação)

Para isso, o Facebook desenvolveu umlauncher, que nada mais é do que uma espécie de aplicativo que transforma a interface do sistema operacional do Google. Diversas fabricantes já usam suas próprias aparências para modificar seus aparelhos com Androids, mas agora é a vez de uma rede social aplicar seus conceitos sobre o Android.

“Queríamos dar a experiência da nossa home no seu celular e para o maior número de pessoas possível. Um grande telefone pode vender 10 a 20 milhões de unidades e nossa comunidade tem mais de 1 bilhão de pessoas. Mesmo se fizéssemos um grande celular, não atenderíamos a todas essas pessoas”, explicou Zuckerberg.

E as pessoas são, de fato, o grande destaque do Home. Afinal, como disse o próprio Zuckerberg, os contatos são o que geram a maior parte dos conteúdos acessados em um smartphone, e não os aplicativos. Este é o conceito utilizado pelo Facebook em seulauncher. A modificação coloca logo na tela inicial do aparelho, de forma prática, todas as novidades dos seus amigos de diversas redes sociais, para interação imediata. Os apps ficam em segundo plano, sendo acessados por meio de um menu.

O Home tem um visual minimalista, porém eficiente. A ideia principal da coisa é apenas disponibilizar todo o conteúdo do seu feed de notícias e as mensagens trocadas com o seu grupo de amigos logo na tela inicial do seu celular. Em poucos passos, com alguns pequenos gestos, a partir do próximo dia 12 de abril o usuário vai ter o Facebook como uma ferramenta que pode ser o grande atrativo do smartphone.

“O Home, colocando pessoas primeiro e, depois os apps, é uma das pequenas, porém significativas mudanças da nossa relação com a tecnologia”, concluiu Zuckerberg.

Facebook Home mostra as atualizações das redes sociais na tela principal do Android (Foto: Reprodução)

Praticidade e conteúdo como grande estrela

No evento de apresentação do Facebook Home, foram demonstradas algumas das principais características do serviço. Primeiramente, Mark Zuckerberg mostrou uma gravação com um celular com o Home instalado. Nele, logo na tela inicial, ficavam à mostra os conteúdos. É uma mistura de tela inicial com tela de bloqueio, onde você poderá ver tudo o que quiser das suas redes sociais, como fotos, atualizações de status e etc, sem precisar desbloquear o aparelho.

Uma das funções mais interessantes da modificação é que, assim como no próprio Facebook, as interações dos seus amigos - como mensagens, curtidas e etc - aparecem na tela o tempo todo, independente do que você esteja fazendo. Assim, se você estiver jogando, uma notificação interativa aparecerá no canto da tela e permanecerá lá até que você resolva visualizar. Com um simples toque, sem sair do jogo, o usuário poderá ler, curtir e comentar qualquer notificação.

Menu de apps do Android com Facebook Home será totalmente editável (Foto: Reprodução)

O Facebook Home é a sua conta do Facebook, Instagram e Twitter como papel de parede ou plano de fundo de seu celular. É o chamado “Cover Feed”, com notificações de seu feed aparecendo logo na página inicial do aparelho. Há ainda diversas outras possibilidades, como acesso rápido aos aplicativos, tocando na imagem do seu rosto que aparece na página principal, e um foco nas mensagens instantâneas, com o Facebook Messenger, que também podem ser feitas diretamente do Home.

Postar um comentário
UA-15674926-13