983706779

domingo, 26 de maio de 2013

90% dos novos vírus de celular são para Android


Reprodução

Por Fabiano Candido

O Android, do Google, é o sistema móvel que mais ganha vírus atualmente, segundo relatório da empresa de segurança F-Secure.

Nos três primeiros meses deste ano, informa a empresa, 149 vírus foram identificados pelos especialistas em segurança digital da F-Secure. Destes, 136 foram feitos exclusivamente para Android; os outros 13 criados para o sistema Symbian.

Neste período, a empresa não encontrou novos vírus para os sistemas iOS (Apple), Windows Phone (Microsoft) e Blackberry, diz o documento da empresa.

Até o final de 2012, os desenvolvedores criavam cerca de 100 novos vírus por trimestre para os celulares. O número aumentou: no primeiro trimestre deste ano foram 149. A alta, de quase 50%, preocupa o mercado – que deve registrar um crescimento nas fraudes eletrônicas feitas em celulares.

Segundo a F-Secure, o relatório aponta ainda uma tendência: que os desenvolvedores de vírus estão começando a colocar seus esforços também nos sistemas móveis. Até pouco tempo, eles se dedicavam apenas em construir vírus para o Windows, na maioria dos casos.

Esta importância dada ao Android, revela o relatório, mostra que os vírus para sistemas móveis estão atingindo seus objetivos, ou seja, em gerar lucros para seus criadores.

Agressivos – Sistema móvel mais usado no mundo, o Android será cada vez mais alvo dos vírus daqui para a frente, informa a F-Secure. E os desenvolvedores estão se sofisticando e criando malware cada vez mais complexos e poderosos.

Dois vírus chamaram a atenção da empresa. O primeiro foi um cavalo de troia, chamado Stels, feito para o mercado americano. Ele é enviado num e-mail da “Receita Federal Americana” e, ao infectar o Android, rouba dados pessoais do aparelho. Além disso, usa o celular do usuário para fazer ligações internacionais e para serviços pagos – como recarga de celular.

O segundo, feito para o mercado indiano, chama-se FakeJobOffer. Ele envia para o usuário um e-mail da Tata, uma das maiores multinacionais da Índia, com uma proposta de emprego. Mas, para concorrer, o usuário deve fazer um depósito numa conta bancaria – que, logicamente, é dos criadores do vírus.

Segundo a empresa, usuários do Android devem usar soluções de segurança no celular, frente ao número de ataques crescentes.

Info

Postar um comentário
UA-15674926-13