983706779

terça-feira, 7 de maio de 2013

Empresário americano diz ser dono da lua e vende lotes por 40 reais


Empresário diz já ter vendido mais de 7% da Lua

O empresário americano Dennis Hope alega na ter direitos de propriedade da Lua e dos planetas do sistema solar. A brecha se deve ao fato de que no Tratado Espacial, assinado em 1967, impede qualquer país de reivindicar a propriedade de corpos celestes, mas não cita empresas ou pessoas físicas. Hope criou uma empresa para vender lotes na Lua, a Lunar Embassy Corp detêm os direitos de propriedade da Lua, segundo o empresário.

Os preços dos 'lotes na lua' estão sendo divulgados na internet, cerca de 40 reais, já um pedacinho de Marte custa um pouco mais caro, em torno de R$ 45. Em 2009, ele fez parte de um documentário do National Geographic, e relatou que já vendeu mais de 2,5 milhões em lotes na Lua. Na época, ele tentou estabelecer um Governo Galático, com constituição, congresso e moedas próprias. O empresário lutou para ser reconhecido oficialmente, e argumentou que, como o Governo Galático não fazia parte das Nações Unidas, todos os acordos relativos à Lua não eram válidos. No entanto, ele não teve sucesso. 

Atualmente o empresário diz já ter vendido mais 600 milhões de lotes da Lua, mais de 7% do território, e 325 milhões de hectares de Marte. Entre seus clientes, afirma estarem dois ex-presidentes e 250 celebridades mundiais. Hope acredita sim ter argumentos válidos para sustentar sua reivindicação e sua empresa.

Postar um comentário
UA-15674926-13