983706779

sábado, 22 de junho de 2013

Protestos, agora, são alvo de brincadeiras nas redes sociais

Evento no Facebook quer ver de volta frases de escritores e fotos de petsFoto: Reprodução

Nesta sexta, após uma noite de protestos por todo o País, as redes sociais amanheceram numa espécie de "ressaca". Alguns usuários postaram "queixas" sobre a enorme quantidade de fotos e textos referentes as manifestações. As hashtags #saidarua, #ogiganteacordouderessaca, #vempracasa e #vaipracasa apareceram nas redes socias.

Cansados, alguns usuários, de forma bem-humorada criaram eventos no Facebook, postaram imagens como: Keep Calm e volte para casa, saia da rua. Um dos eventos no Facebook pede a volta das fotos de Pets e frases da Clarice. Imagens decãezinhos e gatinhos fofos, de bebês sorridentes e frases da escritora Clarice Lispector e Caio Fernando Abreu, só para citar dois dos mais populares sempre dominaram boa parte da timeline das redes sociais.

Outro evento, o "SaidaRua" apresenta um cunho mais social. O texto do evento diz que " esses manifestos perderam o foco total. 90% se você perguntar nem sabe o que está fazendo ali, é uma competição de cartazes criativos".



Protestos contra tarifas mobilizam população e desafiam governos de todo o País.

Mobilizados contra o aumento das tarifas de transporte público nas grandes cidades brasileiras, grupos de ativistas organizaram protestos para pedir a redução dos preços e maior qualidade dos serviços públicos prestados à população. Estes atos ganharam corpo e expressão nacional, dilatando-se gradualmente em uma onda de protestos e levando dezenas de milhares de pessoas às ruas com uma agenda de reivindicações ampla e com um significado ainda não plenamente compreendido.saiba mais

A mobilização começou em Porto Alegre, quando, entre março e abril, milhares de manifestantes agruparam-se em frente à Prefeitura para protestar contra o recente aumento do preço das passagens de ônibus; a mobilização surtiu efeito, e o aumento foi temporariamente revogado. Poucos meses depois, o mesmo movimento se gestou em São Paulo, onde sucessivas mobilizações atraíram milhares às ruas; o maior episódio ocorreu no dia 13 de junho, quando um imenso ato público acabou em violentos confrontos com a polícia.

A grandeza do protesto e a violência dos confrontos expandiu a pauta para todo o País. Foi assim que, no dia 17 de junho, o Brasil viveu o que foi visto como uma das maiores jornadas populares dos últimos 20 anos. Motivados contra os aumentos do preço dos transportes, mas também já inflamados por diversas outras bandeiras, tais como a realização da Copa do Mundo de 2014, a nação viveu uma noite de mobilização e confrontos em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Fortaleza, Porto Alegre e Brasília.

Postar um comentário
UA-15674926-13