983706779

domingo, 9 de junho de 2013

Site ou portal?

Google Imagens

As diferenças entre site, portal, hotsite e minisite.


Por vezes, dizer que o webwriter lida com o universo da informação na web é muito vago. Afinal, em que “caixas” o texto, a imagem, a animação, o ícone e tantos outros elementos informativos da mídia digital “moram” de fato dentro de um campo tão amplo?

Definir estes espaços é a grande dificuldade para os profissionais do webwriting – e não sem motivo. Conceitos como portal, hotsite e até mesmo site se misturam e provocam tantas dúvidas que acabam por interferir no resultado final da boa distribuição da informação. Como adaptar um material para um hotsite, se não está claro para um produtor de conteúdo online a diferença entre hotsite e minisite?

Já ficou para trás o tempo em que havia resistência do mercado brasileiro de internet em criar definições para estes termos simplesmente porque alguns deles eram “tentativas de anglicismo” e, outros, “pura afetação”. O que seria simples de entender, tornava–se sânscrito, só porque alguns apontavam tudo como frescura.

Fato é que, em pleno 2005, o profissional que não sabe identificar cada um dos espaços de informação na web não só se arrisca em prejudicar o resultado final do seu trabalho, como fica perdido ao tentar destrinchar livros e sites sobre o mercado da internet, além de não ter condições de participar de fóruns na área.

Caso você ainda se sinta vítima indireta deste preconceito bobo, nada melhor que pôr os pingos nos “is”. Abaixo, há definições bem claras dos principais espaços de Informação, e como é seu comportamento em cada um deles:

Site

Como espaço básico da informação, o website tem como principal objetivo organizá–la, estruturando uma hierarquia para que todo o conteúdo seja entendido e acessado com facilidade. A alma de um site é sua arquitetura de informação, ciência que tem séculos de vida e nasceu da primeira grande experiência do ser humano em organizar seu conhecimento adquirido e documentado – a biblioteca. Um website nada mais é que um grande arquivo. Se estiver bem organizado, encontra–se facilmente a informação, e o objetivo final foi alcançado.

Portal

Não, portal não é um “site grande”. A diferença é que portal tem 100% do foco nos seus públicos, e cria conteúdos específicos para eles, os chamados “conteúdos verticais”. Além disso, um portal possui ferramentas que constroem um real relacionamento entre quem produz e que consome a informação, como fóruns bem conduzidos e compilados, pesquisas online sérias – que vão muito além das enquetes rasteiras e mal aproveitadas -, e chats que promovem a construção de um real Conhecimento, e não são apenas salas de bate–papo. Muitos sites de grandes empresas não incluem nem conteúdos verticais, nem ferramentas de relacionamento, mas ainda assim se dizem portais.

Hotsites

São áreas de informação criadas para o lançamento de um produto, o anúncio de um evento ou uma grande promoção. Ou seja, é um conteúdo com prazo de validade, seja uma semana ou um mês. A quantidade de páginas é pequena, pelas características de conteúdo que um hotsite carrega; o tom, sempre persuasivo; e o visual, diferenciado do restante do site ou portal, abrindo em janela menor.

Minisites

Geralmente são morada para os conteúdos verticais produzidos para os portais. Criados para atrair um público específico, os minisites abordam de forma detalhada um tema restrito. Os minisites podem ser fixos ou flutuantes, já que muitos cobrem eventos e, visualmente, comportam–se como os hotsites, com design diferenciado e abrindo em janela menor. Mas, ao contrário do hotsite, que tem na persuasão o seu “norte”, o tom do minisite é essencialmente informativo.

……………………………………………………………………….

Não há dia que não surja um novo termo no universo da web. Como profissionais da área, temos que ficar em dia com as novidades e encará–las com naturalidade, olhando menos para a sua “embalagem”. [Webinsider]

Postar um comentário
UA-15674926-13