983706779

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Estudo mostra vocabulário mais utilizado por homens e mulheres no Facebook


Pesquisadores analisaram as atividades de 75.000 voluntários na rede social para entender as diferenças no uso da linguagem em determinados grupos

Facebook: pesquisa mostra que homens utilizam com mais frequência a palavra "minha" antes de "esposa" ou "namorada" do que as mulheres (Thinkstock)

Um novo estudo americano analisou a atividade no Facebook de 75.000 voluntários, para entender as diferenças do uso da linguagem de acordo com fatores como idade, sexo e personalidade. A pesquisa foi publicada em setembro no periódico Plos One.

CONHEÇA A PESQUISA


Onde foi divulgada: periódico Plos One

Quem fez: H. Andrew Schwartz, Johannes C. Eichstaedt, Margaret L. Kern, Lukasz Dziurzynski, Stephanie M. Ramones, Megha Agrawal, Achal Shah, Michal Kosinski, David Stillwell, Martin E. P. Seligman e Lyle H. Ungar

Instituição: Universidade de Pensilvânia, EUA, e outras

Dados de amostragem: 15,4 milhões de mensagens publicadas no Facebook por 75.000 voluntários

Resultado: Os autores encontraram os termos ou grupos de palavras mais utilizados de acordo com a idade, sexo e condições psicológicas dos usuários da rede social.

A partir de 15,4 milhões de mensagens publicadas no Facebook pelos participantes, que também realizaram um teste padrão de personalidade, os autores encontraram os termos ou palavras mais utilizados entre diferentes grupos de usuários da rede social.

Os resultados mostraram que os homens tendem a usar mais a palavra “minha” ao falar da esposa ou da namorada do que as mulheres utilizam “meu” para o marido ou namorado. Eles também fazem mais referência a objetos (como o videogame Xbox) e usam mais palavrões. Já as mulheres usam mais palavras relacionadas a emoções (como “empolgada”).

Na divisão por idade, o grupo de 13 a 18 anos usou mais palavras relacionadas a escola e muitos emoticons (símbolos que representam expressões, como “:)” , para um sorriso). Dos 23 aos 29, a maior parte das palavras se refere ao mercado de trabalho e a bebidas alcoólicas, principalmente cerveja, e dos 30 aos 65, as principais referências são família e espiritualidade. De forma geral, pessoas mais jovens são mais propensas a dizer coisas como “odeio” e “entediado(a)”, enquanto os mais velhos usam mais as palavras “orgulhoso(a)” e “grato(a)”.

Personalidade – A pesquisa também analisou o perfil de pessoas extrovertidas e introvertidas. No primeiro caso, predominam palavras relacionadas a festas, fins-de-semana e diversão em geral, enquanto os introvertidos falam mais sobre computadores e desenhos japoneses e usam mais emoticons.

Por fim, pessoas identificadas como emocionalmente instáveis usavam mais palavras como “depressão” e “solidão”, e mais expressões que demonstram raiva e frustração, enquanto as pessoas consideradas estáveis falavam mais sobre esportes, família e espiritualidade.

Para os autores, esta abordagem de vocabulário mostra como o uso de palavras e os assuntos variam de acordo com os fatores analisados (idade, sexo, predisposição psicológica), e poderia ser usada, por exemplo, para estudar como ocorrem mudanças de linguagem ao longo do tempo.

Postar um comentário
UA-15674926-13