983706779

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Tecnologia promete gelar lata de cerveja em 45 segundos

Segredo da tecnologia Rapidcool, usada nos modelos V-Tex, é rotacionar recipiente a velocidade determinada, e colidir e reconstruir o vortex Foto: Divulgação

Uma tecnologia chamada Rapidcool promete gelar uma lata de cerveja em apenas 45 segundos. Funcionando para garrafas e latas, leva o líquido da temperatura ambiente a 4°C e foi criada pela Enviro-Cool, uma empresa londrina que recebeu US$ 930 mil euros (cerca de US$ 1,2 milhão) da Comissão Europeia para a pesquisa, segundo o Daily Mail.

Foto: Divulgação

"Houve muitas tentativas de criar refrigeradores rápidos de bebidas. O problema sempre era o tempo que demorava para o líquido ficar realmente gelado. Se o resfriamento fosse muito rápido, as camadas externas do líquido congelavam, gerando um gelo fino que era inaceitável aos consumidores. A forma de evitar o congelamento era agitar o líquido durante o resfriamento, mas em bebidas gasosas isso causa explosões quando o recipiente é aberto", explica a empresa em seu site.


Foto: Divulgação

A novidade do V-Tex, nome comercial do aparelho que usa a tecnologia Rapidcool, é que ele rotaciona o recipiente a uma velocidade específica, o que evita a formação de bolhas. Além disso, a equipe notou que, se colidisse o vortex e o recriasse, evitaria que a parte externa do líquido gelasse mais rápido (e eventualmente congelasse) do que a parte interna.

O V-Tex tem três versões, uma comercial e duas doméstica. Essas última, chamadas V-Tex Compact e V-Tex Domestic, gelam recipientes de diferentes tamanhos, começando pelas meias-garrafas de vinho de 150 ml. Para garrafas long neck, o tempo de refrigeração é de 4 minutos, enquanto as de 500 ml demoram 6 minutos - as latas maiores demoram 48 segundos em média.

Clique no link para iniciar o vídeo Tecnologia promete gelar lata de cerveja em 45 segundos

​Segundo a Enviro-Cool, o V-Tex reduz em 90% o consumo de energia em relação a refrigeradores comuns encontrados em supermercados. O Daily Mail diz que a energia na Europa gasta por estantes refrigeradas e geladeiras com portas chega a 85TWh por ano, o suficiente para alimentar 20 milhões de casas.

Postar um comentário
UA-15674926-13