983706779

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Google passa Apple e se torna marca mais valiosa do mundo


De acordo com Nick Cooper, diretor de gestão da Millward Brown Optimor, o lado inovador do Google pesou para a companhia assumir a liderança do rankingFoto: Chris Helgren / Reuters

O Google ultrapassou a Apple e tornou-se a marca mais rica do mundo, segundo o ranking das 100 marcas mais valiosas do mundo desenvolvido pela consultoria Millward Brown Optimor. A companhia de Sergey Brin e Larry Page foi avaliada em US$ 159 bilhões, um aumento de 40% quando comparado ao índice no ano anterior.

Líder do ranking nos últimos três anos, a Apple caiu para a segunda na edição 2014 da lista e sua marca possui um valor de mercado 20% menor em relação a 2013, US$ 148 bilhões. Segundo a consultoria, a empresa fundada por Steve Jobs não está definindo mais tendências de tecnologia para os consumidores, e cita como exemplo a falta de novos lançamentos. Ainda de acordo com Nick Cooper, diretor de gestão da Millward Brown Optimor, o lado inovador do Google também pesou para a companhia assumir a liderança do ranking.

“O Google foi muito inovador no último ano com o Google Glass, investimentos em inteligência artificial e parcerias múltiplas que permitem ao sistema operacional Android ser adicionado em outros produtos, como os carros”, explica o executivo. “Todas essas atividades enviam um forte aviso para os consumidores sobre o que o Google é e tem coincidido com uma redução da Apple”.

Ainda entre os cinco primeiros do ranking aparecem outras duas empresas de tecnologia. A IBM manteve-se em terceiro, com um valor de US$ 107,5 bilhões e queda de 4% da marca ante 2013. E a Microsoft que subiu três posições e teve um crescimento de 29%, sendo avaliada em US$ 90 bilhões.
publicidade

A cadeia de restaurantes fast-food, McDonalds, fecha a lista dos cinco primeiros com uma queda de 5% no seu valor de marca em relação ao ano passado, com US$ 86 bilhões.

Desenvolvimento
A pesquisa da Millward Brown Optimor feita em parceria com a WPP não avalia dimensão financeira das empresas e seus produtos, mas a opinião do consumidor e sua forma de relacionamento com as marcas.

O valor total das 100 marcas mais valiosas na análise chega a US$ 2,9 trilhões. Isso representa um aumento de 49% quando comparado com 2008, quando a crise financeira atingiu bancos e moedas no mundo todo.

Postar um comentário
UA-15674926-13