983706779

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Uber cadastra primeiros motoristas em Porto Alegre


Início da operação da empresa na Capital deve ser antecipado para os próximos dias

O Uber vem aíFoto: Reprodução / Reprodução
Mateus Ferraz


Desde a quinta-feira da semana passada, motoristas interessados em trabalhar junto ao Uber estão participando de palestras em Porto Alegre. Os primeiros registros - chamados de ativações - foram concedidos na tarde de segunda-feira. As informações são da Rádio Gaúcha.


A ação fará com que a empresa antecipe o início das operações na Capital para os próximos dias. A posição oficial apontava os últimos dias de 2015 como limite.

— Eu ficaria surpreso se o Uber não começasse em Porto Alegre até o final de novembro — relata um funcionário da empresa.

“Parceiros”

Mesmo sem a confirmação oficial por parte da empresa, motoristas - identificados como “parceiros” - que realizam o pré-cadastro em um site específico para profissionais da Capital gaúcha recebem a seguinte resposta:

“Estamos animados em anunciar o lançamento do UberX já essa semana”.

Em outro ponto, há o convite: “Comece a ganhar dinheiro essa semana com o UberX”, com a promessa de ganhos de até R$ 1,7 mil entre quinta-feira e domingo.


Para o começo dos trabalhos, o Uber oferece o desconto total da taxa de serviço cobrada (25%), além de incentivos a motoristas que cumprirem determinadas metas.

Os valores das corridas ainda não foram divulgados. No entanto, as tarifas serão muito parecidas com as dos táxis comuns. O cálculo será realizado pelo tempo (em minutos) e por distância (em quilômetros).

O pagamento será direto pelo cartão de crédito cadastrado em nome do cliente. Não haverá troca de dinheiro nos carros.

EPTC

A Empresa Pública de Transporte e Circulação da Capital (EPTC) segue afirmando que, se não houver regulação, o transporte realizado pelos carros ligados ao Uber será considerado clandestino. Inclusive, há a previsão de multa de R$ 5.860 em caso de flagrante.

O presidente da companhia, Vanderlei Cappellari, não quis gravar entrevista sobre o assunto nesta terça-feira. No entanto, afirmou que não é a favor ou contra ao Uber. Apenas defende a regulamentação.

O Uber já procurou a EPTC para marcar uma reunião. A pauta e o dia do encontro ainda não foram definidos.

Postar um comentário
UA-15674926-13