983706779

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Autossugestão para Harmonizar sua Vida


Sugestões são idéias, conselhos que alguém dá a si ou a outras pessoas. Algumas pessoas têm dificuldade de agir sem uma sugestão, sem a opinião de outras pessoas que elas consideram mais ponderadas, sábias, inteligentes, perspicazes ou experientes. Outras pessoas, ao contrário, rejeitam os conselhos dos outros e desejam resolver tudo sozinhas. Acredito que a sabedoria está no meio termo e não nos extremos. Uma das formas de aprendizagem é a partir dos exemplos de outras pessoas. Não existe uma necessidade de se passar por uma experiência para tirar dela um aprendizado. Muitas vezes basta observar para saber se determinado tipo de atitude é conveniente ou não. Ao mesmo tempo sabe-se que muitas coisas só são solidificadas como aprendizado se a pessoas passar pela experiência. Muito do que está presente no inconsciente das pessoas como aprendizado foi a partir da observação das experiências ou dos conselhos de outras pessoas.

Todo ser humano é sugestionável. Todas as pessoas são influenciadas por outras pessoas em graus variados. E cada pessoa também é influenciada por seus próprios pensamentos. Observe a frase de Henry Ford: "Se você acredita que pode, tem razão. Se você acredita que não pode, também."

Pode-se relacioná-la com a capacidade do homem de ser autoinfluenciado. Pode-se dizer que a autossugestão é uma ferramenta útil ao autoaperfeiçoamento. 

A mente humana pode realizar coisas fantásticas. Ela pode gerar ou curar doenças. Pode fazer com que a pessoa perceba que a felicidade está dentro dela mesma ou não, permitindo que esta pessoas acredite que é infeliz. Insto depende dos registros que esta pessoa possui no seu inconsciente. No entanto, autossugestões positivas podem auxiliar o padrão mental e, desta forma, mudar o estado emocional.

"a cada dia, sob todos os pontos de vista, vou cada vez melhor". 

Livro: Ansiedade e Transtorno do Pânico - Coleção: Harmonizando o Espírito (Exercícios Terapêuticos) | Página 27, 28 e 41 | José Carlos Pereira Jotz
Postar um comentário
UA-15674926-13